sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Picada do Lunho Moçambique.

1 comentário:

  1. “Oi…oi...como-a um com penas e tudo”…!!
    A malta aos domingos á tarde dava uns chutos na bola no campo improvisado junto á pista.
    Era um magote que se juntava na barreira a ver os “craques”
    Tirando o Lança o Rola e o “Cachucho” os restantes pouco mais faziam que completar a equipa.
    Mas naquela várzea cheia de selva só queríamos a assistir o pessoal lá do acampamento.
    E não fosse o diabo tece-las os espectadores tinham que levar a “canhota” para o caso de os Frelimos resolverem fazer alguma surpresa enquanto a malta olhava para a “redondinha”..
    Naquela tarde resolvi ir dar uma espreitadela e já sabia da obrigação.
    Apanhei a minha “namorada” e fui até á barreira já quase repleta de espectadores.
    Assim que cheguei ao cimo da barreira avistei um bando de aves pernaltas do outro lado da pista a uma distância que as tranquilizava e sem se importarem com a algazarra.
    Um misto de “flamingos” ou “garças”..
    Apontei a G3 sem qualquer intenção de disparar . Num daqueles gestos mecânicos que se faz quando se tem uma arma na mão e se avista caça. Até porque dar um tiro ali no meio da malta assim sem mais nem menos por certo assustava.
    O alferes Curto que observou o meu gesto disse alto e em bom som com aquele seu gesticular característico para toda a assistência. “Comia uma com penas e tudo” se acertares numa.
    Posso dar fogo meu alferes? ..
    Podes espantá-las !. Disse meio a rir .. e a malta ficou a ver o que aquilo dava.
    Disparei e o bando assustou-.se e levantou.
    Ria o alferes e alguns que observavam a cena misturando o riso com algumas “bocas”
    Repentinamente uma das aves que já estava a alguns metros do chão caiu como uma pedra.
    Interroguei o alferes... Então vai com penas e tudo ?
    Porra !….não… eu dou-ta…podes comê-la ..e riu-se.
    Lunho 1973.

    ResponderEliminar