quinta-feira, 24 de março de 2016

PONTE DO LUNHO 1972.


LUNHO MOÇAMBIQUE 1972.



A VIATURA DE SOCORROS JÁ SE ENCONTRAVA
NO AEROPORTO DE VILA CABRAL PARA ME
TRANSPORTAR PARA O HOSPITAL DO SETOR "A"
HOSPITAL DO SETOR "A" DE VILA CABRAL
ONDE EU ESTIVE ENTERNADO
17 DIAS A TOMAR SÔRO.
"BERNARDINO PEIXOTO"

PICADA DE NOVA COIMBRA
PARA O LUNHO 1972.

Neste acampamento possuiu além de um refeitório que não
Existiu para praças e uma messe-salão de desportos.Dentro deste restaurante
" O melhor do Lunho" tomavam refeições os oficiais e sargentos.A cozinha era apegada e a liga-la com o refeitório podia ver-se ainda um buraco através de
qual os pratos passavam. Sobre o dito buraco existiu um memorial frase lapidar
Do seguinte teor."DIETA OBRIGATÓRIA"

A PADARIA DO LUNHO.
BERNARDINO PEIXOTO NO LUNHO 1972

LEVANTAMENTO DE UMA MINA NA PICADA DE NOVA
PARA O LUNHO(FURRIEL SOARES).

BERNARDINO PEIXOTO.
NO LUNHO 1972.


Este posto de socorros era efetivamente uma miséria havia um soldado que precisava de ser injetado com  algum medicamento:  
Tal não se fazia porque várias vezes não havia seringas outras vezes faltava o álcool etc.....O pessoal sujeito a alimentação como aquela que se verificava tinha uma necessidade incrível de vitaminas.Também estas faltavam de quando em quando apareciam uns concentrados de vitaminas em embalagens mas a quantidade era pouca que só eram distribuídas aos mais necessitados ou aos mais amigos.Com toda esta falta de medicamentos tornava-se fácil a distribuição dos mesmos aos diversos enfermos.Contudo estávamos mal servidos e doentes para tratar não faltava.Os membros da comissão veterinária eram todos do sexo masculino conforme os doentes assim o tratamento o diferia.O sr. capitão era atendido mesmo com bata branca o alferes era atendido sem refilar e por ultimo o 1.º Sargento era tratado no seu quarto de bata e com todos os condicionalismos indispensáveis.Contudo as pessoas eram todas de carne e osso e as divisas e os galões nada nos devia dizer.


O BOMBARDEIRO T.6 VOANDO SOBRE AS MATAS DO LUNHO:

A Pêga que levava o correio ao Lunho.


.
ESTE PEQUENO AVIÃO TINHA O NOME  DE PÊGA
NOME QUE OS VELHINHOS LHE PUSERAM
VISITAVA-NOS DUAS VEZES POR SEMANA.
.
QUANDO HAVIA CORREIO COISA QUE RARAMENTE
ACONTECIA ERAM DIAS DE FESTA .

BERNARDINO PEIXOTO NA PONTE DO LUNHO 1972.

Capela dos Bidões.

No Lunho também pude ver uma capela sem padre: